Início » Paquera online » O que é ghosting: 9 dúvidas importantes

O que é ghosting: 9 dúvidas importantes

o que é ghosting

Atualmente, é comum ouvirmos falar sobre o termo “ghosting”. Mas afinal, qual o significado dese termo?

O ghosting é uma prática na qual alguém some ou desaparece da vida de outra. Isso, sem dar nenhuma explicação ou justificativa, deixando a pessoa abandonada e confusa.

Essa prática pode acontecer em diferentes tipos de relacionamentos, sejam eles românticos, profissionais ou de amizade.

Neste artigo, vamos entender mais sobre o ghosting e como superá-lo.

1. O que é ghosting?

Esse comportamento é uma prática cada vez mais comum nas relações modernas, que consiste em interromper abruptamente o contato com outra pessoa, ignorando suas mensagens e ligações e, muitas vezes, sem explicação ou aviso prévio.

Essa atitude pode ser vista como uma forma covarde de lidar com os conflitos e desafios de um relacionamento, deixando a outra pessoa sem respostas e muitas vezes sofrendo as consequências emocionais do abandono.

2. Por que as pessoas fazem ghosting?

As razões pelas quais as pessoas tem essa atitude são variadas e complexas.

Algumas pessoas podem usar o ghosting como uma maneira de evitar conflitos ou situações difíceis. Enquanto outras podem simplesmente não ter interesse em manter o relacionamento ou não querer lidar com as emoções da outra pessoa.

Independentemente do motivo, atuar dessa maneira pode ter um impacto negativo significativo na saúde emocional e psicológica das pessoas envolvidas.

3. Como lidar com o ghosting?

Lidar com essa atitude pode ser difícil e doloroso, especialmente quando não há explicações claras ou quando há sentimentos envolvidos.

Algumas sugestões para lidar com o ghosting incluem: dar a si mesmo tempo para processar as emoções, encontrar formas saudáveis de expressar suas emoções, conversar com amigos e familiares de confiança sobre o ocorrido, e tentar focar em atividades que trazem alegria e bem-estar.

É importante lembrar que o comportamento não é culpa da pessoa que foi deixada, e que cada indivíduo é responsável por suas próprias ações e escolhas.

4. Pode ser considerado abuso emocional?

Embora possa ser extremamente doloroso e causar consequências emocionais significativas, não é considerado abuso emocional.

O abuso emocional é um padrão de comportamento intencional e repetitivo que visa controlar e dominar a outra pessoa, causando dano psicológico e emocional.

O ghosting, por outro lado, é uma ação pontual que pode ser considerada uma forma de rejeição, mas não envolve uma intenção de controle ou manipulação da outra pessoa.

5. Como evitar o ghosting?

Embora não seja possível controlar as ações de outras pessoas, é possível adotar algumas práticas para ajudar a evitar o ghosting.

Algumas sugestões incluem: comunicar claramente as expectativas e necessidades no relacionamento, manter uma comunicação aberta e transparente, respeitar os limites e necessidades da outra pessoa, e estar atento aos sinais de que o relacionamento pode estar chegando ao fim.

É importante lembrar que pode acontecer mesmo em relacionamentos saudáveis e que não é responsabilidade da pessoa evitar o ghosting.

6. Como superar o ghosting?

Superar pode ser difícil e doloroso, mas existem algumas coisas que podem ajudar nesse processo:

  • Aceite a situação: o primeiro passo para superar o ghosting é aceitar a situação e entender que a pessoa decidiu sair da sua vida sem dar explicações. Isso pode ser difícil, mas é necessário para que você possa seguir em frente.
  • Procure apoio emocional: converse com amigos e familiares sobre o que aconteceu e compartilhe seus sentimentos. O apoio emocional pode ser fundamental para ajudar a superar o ghosting.
  • Mantenha-se ocupado: mantenha-se ocupado com atividades que você gosta e que podem ajudar a distrair a mente.
  • Evite contato com a pessoa: evite entrar em contato com a pessoa que fez o ghosting, pois isso pode prolongar o sofrimento e dificultar o processo de superação.
  • Cuide de si mesmo: cuide da sua saúde física e mental, pratique atividades físicas, meditação, hobbies e outras atividades que possam ajudar a melhorar seu bem-estar.

7. Como evitar esse comportamento?

Se você está pensando em terminar uma relação, seja ela amorosa, profissional ou de amizade, evite o desaparecer e tente ser o mais honesto possível.

É importante comunicar seus sentimentos e explicações de forma clara e respeitosa, sem causar danos emocionais à outra pessoa. Lembre-se de que, mesmo que a situação seja difícil, o diálogo é sempre o melhor caminho para lidar com as emoções e terminar uma relação de forma saudável.

8. O que a psicologia diz?

A psicologia explica que o ghosting pode ser uma forma de defesa emocional, uma vez que a pessoa pode estar lidando com suas próprias emoções e não sabe como lidar com as emoções da outra pessoa.

Além disso, o medo de confrontar a outra pessoa e lidar com possíveis conflitos pode fazer com que a pessoa opte por desaparecer. No entanto, essa atitude pode ser prejudicial para ambas as partes envolvidas, causando insegurança, ansiedade e até mesmo trauma emocional.

A psicóloga Amy Morin destaca que o ghosting pode causar danos emocionais profundos, afetando a autoestima e a confiança da pessoa que foi “abandonada”. Além disso, pode gerar sentimentos de confusão, raiva, tristeza e culpa. A ausência de um fechamento emocional pode dificultar ainda mais o processo de superação e recuperação.

Por isso, é importante que as pessoas tenham empatia e considerem as emoções da outra pessoa ao se relacionar. Se você precisa terminar uma relação, faça isso com respeito, honestidade e clareza.

Lembre-se de que, mesmo que a conversa seja difícil, ela é essencial para que ambas as partes possam seguir em frente de forma saudável e respeitosa.

9. Como superar o ghosting?

Se você foi vítima, é importante não se culpar ou se culpar pela situação. Lembre-se de que a atitude da outra pessoa não é um reflexo de sua própria personalidade ou valor. Busque apoio de amigos e familiares para superar a situação e procure se envolver em atividades que lhe tragam satisfação e bem-estar emocional.

Além disso, é importante lidar com suas próprias emoções e sentimentos de forma saudável. Busque terapias e acompanhamento psicológico para ajudar a processar a situação e lidar com possíveis traumas emocionais.

Lembre-se de que superar o ghosting pode levar tempo, mas é possível se permitir vivenciar as emoções e seguir em frente com autoconfiança e resiliência.

Tipos de ghosting

Clássico

É quando a pessoa simplesmente some da vida do outro, sem explicações, sem terminar oficialmente o relacionamento. Essa é a forma mais comum de ghosting e pode acontecer tanto no início quanto em relacionamentos longos. É uma forma covarde de terminar um relacionamento, pois evita ter uma conversa franca e aberta com a outra pessoa.

Lento

É quando a pessoa começa a responder cada vez menos as mensagens, a deixar de marcar encontros e a se afastar gradualmente. É uma forma mais sutil de ghosting, mas ainda assim causa bastante sofrimento e confusão na outra pessoa, que não entende o que está acontecendo.

Entre amigos

Esse tipo de ghosting ocorre quando duas pessoas são amigas há muito tempo e, de repente, uma delas desaparece sem explicação. Pode ser ainda mais doloroso do que o comportamento em relacionamentos românticos, pois a amizade costuma ser um vínculo muito forte e significativo na vida das pessoas.

De relacionamentos à distância

Nesse caso, a pessoa some sem nem mesmo ter a oportunidade de se encontrar pessoalmente com a outra. O ghosting em relacionamentos à distância é particularmente cruel, pois pode deixar a outra pessoa se sentindo sozinha e abandonada em um lugar desconhecido.

Responsabilidade afetiva

Após entender o que é o ghosting e as possíveis consequências emocionais e psicológicas que podem decorrer dele, pode ser difícil saber como lidar com a situação. É importante lembrar que, em qualquer relacionamento, é necessário manter uma comunicação aberta e honesta.

Se você foi vítima, tente entender que a outra pessoa pode estar passando por problemas pessoais ou pode simplesmente não estar interessada em continuar o relacionamento.

Uma dica importante para evitar o ghosting é sempre estabelecer expectativas claras desde o início. Certifique-se de que ambas as partes estão na mesma página em relação aos sentimentos e intenções do relacionamento.

Se você sentir que está sendo deixado dessa maneira, tente entrar em contato com a pessoa algumas vezes, mas não se sinta mal se não receber uma resposta. Lembre-se de cuidar de si mesmo e buscar apoio emocional quando necessário.

No final das contas, é importante lembrar que ações falam mais do que palavras, e que alguém que desaparece sem explicações não é alguém que você quer em sua vida.