Início » Paquera online » O que é orbiting e como detectá-lo

O que é orbiting e como detectá-lo

o que é orbiting

Você já ouviu falar sobre o termo “orbiting” no mundo dos relacionamentos? Muitas pessoas estão familiarizadas com o ghosting e o breadcrumbing, mas o orbiting é um fenômeno mais recente que tem chamado a atenção de muitas pessoas.

Se você está procurando por respostas e quer saber mais sobre o que é orbiting, como evitar e se proteger desse comportamento, você veio ao lugar certo.

Este fenômeno pode deixar muitas pessoas confusas e inseguras, mas é importante estar ciente do que é orbiting, para que você possa reconhecê-lo e lidar com isso da maneira correta.

Então, continue lendo para descobrir tudo o que você precisa saber sobre o que é orbiting, seus efeitos e como evitar que isso aconteça com você.

O que é orbiting?

Com a chegada da tecnologia e das redes sociais, surgiram novas formas de comportamento online, algumas delas com nomes curiosos e um tanto quanto enigmáticos.

Um desses comportamentos é o orbiting, que pode ser descrito como uma variação do ghosting, mas com um toque de presença constante.

O orbiting é um termo relativamente novo, que está ganhando cada vez mais espaço no universo das relações virtuais.

Basicamente, o orbiting é quando uma pessoa que você conhece, seja um ex-parceiro, um amigo ou até mesmo um desconhecido, continua interagindo com você nas redes sociais, mesmo depois de ter finalizado a relação de forma abrupta.

Essa pessoa pode deixar comentários em suas fotos, reagir às suas publicações, visualizar seus stories e até mesmo enviar mensagens ocasionalmente. Ou seja, ela não te bloqueou, mas também não te deu um encerramento definitivo.

O termo “orbiting” faz referência ao movimento dos planetas em torno do sol, já que a pessoa que faz o orbiting mantém uma distância segura de você, como se estivesse em órbita, mas ainda assim continua presente, orbitando ao seu redor.

Passos para identificar o orbiting

O orbiting pode ser bastante sutil e nem sempre é fácil de identificar, já que a pessoa em questão não está presente constantemente. No entanto, existem alguns sinais que podem indicar que você está sendo “orbitado” por alguém:

  • A pessoa continua visualizando suas redes sociais, mesmo após ter terminado a relação;
  • Ela deixa comentários ou reage a suas publicações com frequência;
  • A pessoa pode enviar mensagens ocasionais, mas sem realmente querer conversar ou retomar a relação;
  • Ela pode enviar sinais mistos, como dar like em uma foto sua, mas não responder a uma mensagem.

Se você identificar esses sinais, é provável que esteja sendo orbitado por alguém. É importante lembrar que o orbiting pode ser uma forma de manipulação emocional e que, em alguns casos, pode ser necessário bloquear a pessoa para evitar que ela continue orbitando em torno de você.

Por que as pessoas fazem orbiting?

Assim como acontece com o ghosting, o orbiting é um comportamento que pode ter várias motivações. Algumas pessoas atuam desa maneira simplesmente porque querem manter o controle sobre a outra pessoa ou não conseguem lidar com o fim da relação.

Outras podem ter motivos mais complexos, como a busca por atenção ou a necessidade de manter uma conexão superficial com a outra pessoa.

Além disso, a atitude também pode ser uma forma de testar os limites da outra pessoa, ver até onde ela está disposta a ir e se há a possibilidade de uma reconciliação. Em alguns casos, a pessoa pode estar orbitando simplesmente porque ainda tem sentimentos pela outra e não sabe como lidar com isso.

Como lidar com o orbiting?

Lidar com o orbiting pode ser bastante difícil, especialmente se a pessoa em questão continua interagindo com suas postagens nas redes sociais, o que pode manter as esperanças de uma possível reconciliação.

No entanto, é importante ter em mente que o orbiting é um comportamento tóxico e que você merece ser tratado com respeito e consideração.

Confira algumas dicas para lidar com esse comportamento:

  1. Defina limites: Se a pessoa que está orbitando você continua a interagir com suas postagens nas redes sociais, considere restringir o acesso delas às suas contas. Você pode bloquear, silenciar ou limitar a visibilidade de suas postagens para essa pessoa.
  2. Seja claro: Se você deseja que a pessoa pare de orbitar você, é importante que você seja claro e direto. Deixe claro que você não deseja mais manter contato e que prefere que ela pare de interagir com suas postagens.
  3. Cuide de si mesmo: O orbiting pode ser emocionalmente desgastante e pode levar a sentimentos de tristeza, raiva e frustração. Certifique-se de cuidar de si mesmo, fazendo coisas que o ajudem a relaxar e a se sentir bem, como meditação, exercícios físicos ou passar tempo com amigos.
  4. Procure ajuda: Se você está lutando para lidar com o orbiting, considere procurar ajuda de um profissional de saúde mental, como um psicólogo ou psiquiatra. Eles podem ajudá-lo a desenvolver estratégias eficazes para lidar com a situação.

Estabeleça limites para quem quer ficar no radar

Em conclusão, orbiting é uma prática virtual que pode ser muito prejudicial para a saúde mental e emocional de quem está sendo orbitado. O comportamento é manipulador e pode levar a uma sensação de invasão de privacidade e violação de limites.

É importante lembrar que, se você se sente desconfortável com o comportamento de alguém online, é perfeitamente aceitável estabelecer limites claros ou até mesmo bloquear essa pessoa.

Ao mesmo tempo, é importante avaliar nosso próprio comportamento online e garantir que estamos sendo respeitosos com os limites e sentimentos dos outros. Seja honesto e direto sobre suas intenções e mantenha comunicação aberta e transparente.

Se você perceber que está sendo orbitado, é fundamental que você busque apoio emocional e, se necessário, ajuda profissional para lidar com as consequências desse comportamento invasivo. Com atenção e cuidado, podemos navegar com mais segurança pelas complexas interações online.